2 julho, 2022

Kawasaki desenvolve 1ª Ninja elétrica da história; moto terá câmbio manual

Ao contrário de outras elétricas, modelo apostará em transmissão de 4 marchas. Projeto Endeavor tem visual similar ao da família Ninja atual, com carenagens esportivas

Sem fazer alardes, a Kawasaki está desenvolvendo a primeira Ninja elétrica de sua história, e o modelo terá transmissão manual. Em um caminho que está sendo percorrido pelas grandes montadoras de motos, a marca japonesa deve se juntar em breve à Harley-Davidson oferecendo em breve seu veículo movido à eletricidade. 

Ao contrário da rival norte-americana que veio entre 2014 e 2019 azendo amplas divulgações da LiveWire, finalmente lançada no ano passado, a Kawasaki faz uma estratégia diferente. 

Honda e Yamaha competem na “corrida” por scooters elétricos

No Salao de Milao 2019, o protótipo da moto foi apresentado de maneira tímida e sem praticamente nenhum detalhe técnico. O modelo ficou em 2º plano, enquanto a marca revelava as novas Z900 e Z650.

Kawasaki aposta na transmissão manual

Ao contrário dos carros, a grande maioria das motos movidas à combustão mantém o câmbio do tipo manual. Ainda que crescente, como no caso do sistema de dupla embreagem da Honda, motocicletas com algum tipo de transmissão automática são minoria – com exceção dos scooters, esses quase que 100% com câmbio automático do tipo CVT. 

Quando o G1 andou na Harley-Davidson LiveWire, um dos pontos que chamou a atenção foi exatamente a não existência de marchas no modelo; algo comum para veículos elétricos. Com uma boa dosagem da entrega de força, isso não é um problema para a moto, mas realmente ficou a questão: será que os motociclistas vão se acostumar à condução sem trocas de marchas?

Ao menos no caso da Kawasaki, a resposta é ter um câmbio mesmo em seu futuro modelo elétrico. Em uma série de vídeos sobre o veículo, batizado de Endeavor, a montadora revelou que a motocicleta terá sim um sistema com trocas de marchas, porém, ainda não há detalhes de como funcionará. 

No protótipo apresentado em Milão, havia a indicação do pedal de câmbio, inclusive, mostrando que o modelo terá 4 marchas.

Visual mais tradicional

A Kawasaki também vai na contramão quanto ao visual de sua moto elétrica. Nada de algo futurista ou de inspiração nos filmes; até agora, nas poucas imagens nas quais é possível ter um lampejo de como será a motocicleta, é possível ver uma essência da família Ninja, mantendo suas carenagens esportivas.

Fonte: G1 Notícias

https://g1.globo.com/carros/motos/noticia/2020/04/22/kawasaki-desenvolve-1a-ninja-eletrica-da-historia-moto-tera-cambio-manual.ghtml

Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.