25 julho, 2021

Junho registra queda no ritmo de vendas de veículos leves

Em 11 dias úteis, média de emplacamentos recua 12%, para 7,3 mil unidades por dia

Os primeiros 11 dias úteis de junho, entre os dias 1º e 16, registra recuo relevante no ritmo de vendas de veículos leves. Segundo números obtidos pelo Autoinforme, no período foram registrados 80.645 carros e comerciais leves emplacados (32,8 mil foram vendas diretas), o que equivale a 7.331 licenciamentos por dia, em retração acentuada de 12% sobre os 8.353 da média observada nos mesmos 11 dias úteis dias de abril.

Dois fatores simultâneos estão puxando as vendas para baixo. Os estoques estão em níveis historicamente baixos, alimentam cerca de 15 dias de vendas – na média, para alguns modelos mais procurados esse número é zero e há filas de espera que superam os três meses –, isso porque algumas das principais fábricas estão paradas ou precisaram fazer suspensões na produção por falta de semicondutores, incluindo no momento duas plantas da General Motors e três da Volkwagen que interromperam completamente as linhas de montagem.

Outro fator é a escalada de preços dos veículos, causada por substanciais aumentos dos custos dos insumos de produção, o que tira do mercado uma parcela dos consumidores e impacta em redução das vendas na ponta final.

Com isso, a expectativa é de uma queda expressiva de vendas este mês em relação a maio, quando foram vendidos 175.405 carros e utilitários leves. Faltando apenas mais 10 dias úteis de vendas, a projeção linear indica um total de 154 mil unidades em junho, o que significaria queda de 12% sobre o mês anterior.

No acumulado do ano, as vendas ainda não romperam a marca do primeiro milhão: de janeiro a 16 de junho, somaram 917.963 unidades, e pelo ritmo atual será difícil superar essa barreira psicológica antes do meio do ano, apontando que 2021 corre o risco de fechar abaixo das projeções oficiais de 2,3 milhões a 2,4 milhões de veículos.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *