28 outubro, 2021

Com novas regras em vigor, seguro automotivo pode ficar mais barato

Mudanças flexibilizam tipos de contrato e pretendem ampliar acesso aos seguros

As novas regras para contratação de seguros automotivos passam a valer a partir desta quarta-feira (01). As mudanças foram publicadas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) no Diário Oficial da União. 

Dentre as mudanças, agora um usuário do serviço pode contratar o seguro mesmo não possuindo carro próprio. Isso pretende abranger os casos dos motoristas de aplicativos e até pessoas que optam pelo aluguel de veículos. 

Outra mudança é a flexibilização na escolha; agora o segurado pode escolher entre ter a segurança em caso de furto ou roubo e não ter para casos de acidente ou incêndio, por exemplo.  

Até a franquia paga pelo segurado agora pode ser detalhada, valendo a opção entre o pagamento pelo dano completo ou por itens específicos do veículo, como, por exemplo, retrovisores, vidros ou faróis, entre outros.

Ainda, cada segurado pode optar pela cobertura parcial em caso de sinistros. Na prática, isso faz com que o usuário e a seguradora dividam o valor em caso de colisão, por exemplo, ao mesmo passo que o preço do seguro também tende a ser menor. 

Essas medidas visam a flexibilização nos contratos de seguro e pretendem ampliar o acesso a esses serviços. Isso porque, de acordo com dados de 2019 do Departamento Nacional de Trânsito, apenas 16% dos veículos do país tinham seguro automotivo. 

As seguradoras têm o prazo de até 180 dias para regularizar e adaptar todos os contratos, mesmo os já vigentes, de acordo com circular emitida pela Susep no Diário Oficial da União. 

Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *