3 julho, 2022

O que acontecem com os recalls durante a quarentena?

As montadoras estão isentas da obrigatoriedade de executarem recalls, mas muitas empresas ainda operam de forma reduzida em suas oficinas

O período daquarentena, causado pela pandemia do novo coronavírus, tem despertado uma série de dúvidas no que diz respeito ao uso do automóvel. Questões como combustível parado no tanquerevisãodesconto no segurodeformação dos pneus e se é necessário colocar o carro para rodar já foram esclarecidas.

E agora responderemos mais uma dúvida de extrema importância: como fica a situação de quem precisa levar seu veículo para um recall?

Asfabricantes estão isentas da obrigatoriedade de execução do recall e as próprias empresas pedem para evitar o uso do veículo até que o reparo seja efetuado. A recomendação é que o cliente não use o carro até que a situação se normalizee a quarentena seja oficialmente encerrada.

Mas para as pessoas que se encaixam na categoria de profissões essenciais ou que necessitam utilizar um carro durante uma emergência, algumas fabricantes ainda permanecem com as portas abertas para realizar a manutenção demandada do processo de recall. Elas estão operando, entretanto, com capacidade reduzida. 

Por conta do recall gigantesco da fornecedora de airbags Takata, muitos veículos tiveram o airbag do passageiro desativado até a chegada dos insulfladores novos, principalmente das marcas BMW, Nissan, Subaru, Chevrolet, Honda, Fiat e Volkswagen.

Para estes veículos a proibição de transportar pessoas no banco do passageiro dianteiro está mantida. O intuito é evitar ferimentos (que podem ser fatais) em caso de colisão. 

Como abrange várias marcas, o agendamento do recall de airbag é feito diretamente com a montadora, não com a Takata.

As fabricantes realizaram 23 campanhas de recall no primeiro trimestre de 2020, sendo que no mês de março, quando começou oficialmente a quarentena no Brasil, cinco montadoras convocaram seus clientes:Volvo, Ford, Volkswagen, Mercedes Benz e BMW. Os dados são do aplicativo Papa Recall.

No acumulado do ano de 2020, as convocações envolveram 70 modelos de 13 montadoras, o que representa 31,7% do total das 41 empresas cadastradas no aplicativo. Isso representou uma redução de 7,3% em relação ao trimestre anterior.

Fonte: Revista Auto esporte

https://revistaautoesporte.globo.com/Noticias/noticia/2020/04/o-que-acontecem-com-os-recalls-durante-quarentena.html

Voltar

2 thoughts on “O que acontecem com os recalls durante a quarentena?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.